Conheça o Campus da Unipaz

A Granja do Ipê, cujo nome oculta, de maneira elegante e florida, as letras iniciais do seu construtor e primeiro ilustre morador, Israel Pinheiro. Plantada num belo espaço ecológico e de significativo valor histórico, foi a primeira residência de alvenaria construída na capital do Brasil. Posteriormente, foi utilizada como residência do Chefe da Casa Civil do Governo Militar, General Golbery do Couto e Silva. Uma praça militar que se transmutou em uma praça da paz, numa Universidade Internacional da Paz.

Campus da Unipaz DF

Refeitório

Construído para alimentar os 50 guardas que trabalhavam na segurança da Granja do Ipê, na época do General Golbery do Couto e Silva (1911-1987), passou a ser a cozinha onde eram feitas as refeições do Serviço de Limpeza Urbana do GDF/SLU. Finalmente, tornou-se a cozinha e refeitório da UNIPAZ DF.

Pousada

O dormitório da Guarda, na época do general Golbery do Couto e Silva (1911-1987), acolheu o início da Escola Casa do Sol na Granja do Ipê, posteriormente transformado em Pousada, para os Aprendizes da UNIPAZ.

Espaço de Silêncio

Preciosa obra-prima coletiva da quinta turma da Formação Holística de Base – FHB V, coordenada por Lydia Rebouças. Tem o nome de Carlos Henriques, in memorian, arquiteto que, juntamente com Marilucy Oliveira, fez o projeto e acompanhou a sua execução.

Casa Sede

Originalmente a residência de Israel Pinheiro (1896-1973), Tancredo Neves (1910-1985), Darcy Ribeiro (1922-1997), Leitão de Abreu (1913-1992) e depois, a do General Golbery do Couto e Silva (1911-1987).  No início, além de ser a sede da UNIPAZ DF, foi utilizada como moradia provisória dos pioneiros Pierre Weil, Lydia Rebouças, Virgínia Garcez, Bené Fonteles, Vera Pinheiro entre tantos outros. Atualmente, intitulada Casa Sede, abriga a Secretaria Executiva da Fundação Cidade da Paz, a Reitoria da UNIPAZ, a Biblioteca Pierre Weil, o Memorial Pierre Weil, o espaço Luther King, a Sala de Vidros e a pousada da Casa Sede.Preciosa obra-prima coletiva da quinta turma da Formação Holística de Base – FHB V, coordenada por Lydia Rebouças. Tem o nome de Carlos Henriques, in memorian, arquiteto que, juntamente com Marilucy Oliveira, fez o projeto e acompanhou a sua execução.

Casa do Sol

Baias para cavalos, na época do general Golbery do Couto e Silva (1911-1987), abrigou o Instituto de Tecnologia Alternativa do GDF, que efetuou a sua reforma, transformando a edificação em salas de escritório. Quando da chegada da UNIPAZ DF, a Escola Casa do Sol, após haver ocupado a Pousada, foi transferida para esse espaço.

Casa da Cachoeira

Antiga churrasqueira do General Golbery do Couto e Silva (1911-1987), era, também, um lugar privilegiado para reuniões secretas na época da ditadura militar. Atualmente, transmutada em inspirador e privilegiado espaço para os seminários e cursos da UNIPAZ DF.

NUTERE/CIT

Foi construído após a UNIPAZ DF ocupar a Granja do Ipê, para ser o estúdio de gravação do conjunto Udiyana Bandha de Thomas Edward Brokaw, tendo ficado inacabado. Após o término da obra, passou a ser um Núcleo de Terapias e Evolução – NUTERE e
atualmente acolhe o Colégio Internacional dos Terapeutas – CIT.

Espaço de Oficinas

Utilizado para abrigar funcionários, na época do General Golbery do Couto e Silva (1911-1987). Com a UNIPAZ, passou a ser utilizado como oficinas para jovens do Trabalho Artesanal em Benefício do Aperfeiçoamento, Projeto TABA, para a confecção de tecelagem, papéis  e flores artesanais, entre outras.

Sino da Paz

Doado à UNIPAZ DF pela Associação Internacional do Sino da Paz, de Tóquio, Japão, é uma réplica do Sino da Paz, situado nos jardins das Nações Unidas, em Nova York.  O sino pesa quase uma tonelada e é feito de bronze, fundido com moedas de todos os países do mundo. Trazido pelo representante do Embaixador do Brasil em Tóquio, o Sino da Paz foi inaugurado em 1997, na UNIPAZ-DF, na presença de autoridades japonesas e brasileiras.

Guaritas

Utilizadas na época da ditadura militar pela guarda do General Golbery do Couto e Silva (1911-1987), para segurança das autoridades que habitavam e frequentavam a Granja do Ipê. A partir da FHB Jovens TURMA VIII – Tribo do Berço (2007-2009), as guaritas começaram a ser pintadas pelos aprendizes, com mensagens de paz.

Espaço Gandhi

Uma garagem aberta, destinada a abrigar carros militares de assalto (tanques sobre rodas), na época da ditadura. A UNIPAZ fechou o espaço, transformando-o no seu maior auditório.

Espaço da Oficina de Cerâmica

Abrigo de um antigo grupo gerador, desde a época da ditadura, com capacidade de prover a Granja do Ipê de energia elétrica por vários meses, para a eventualidade da Granja ser sitiada. Com a UNIPAZ DF, a área externa passou a ser utilizada como Oficina de Cerâmica.

Réplica da Ermida Dom Bosco

Uma pirâmide que atraiu a atenção de Pierre Weil de que o local era predestinado para ser a sede da UNIPAZ DF. A Ermida era o local em que Israel Pinheiro rezada diariamente para o êxito da construção de Brasília, sob instruções de Chico Xavier. A imagem de Dom Bosco foi recebida no dia da Inauguração da UNIPAZ DF em 14 de abril de 1987, com a presença do Governador José Aparecido de Oliveira.

Labirinto

Obra-prima de Delma Sandri, aprendiz da FHB XII, foi inaugurado com as bênçãos
de Jean-Yves Leloup. “A vida, como um labirinto, é feita de início, meio, fim e recomeços… sempre um eterno vir a Ser.” (Delma Sandri)